PARE DE PROFANAR O SANTO


“… para fazerdes diferença entre o santo e o profano e entre o imundo e o limpo”  (Levítico 10.10.)

  A expressão “e para fazer diferença” em hebraico é o termo, ulahabhdiyl, cuja raiz é o termo, badal. Essa palavra significa “dividir”, “separar”, “selecionar”. Quando Deus faz diferença entre o santo e o profano, ele está fazendo uma divisão entre seus filhos e os filhos da perdição, entre a descendência de Sete e a descendência de Caim, selecionando, assim, aqueles se tornaram dignos de entrar na presença de Deus e tornar-se herdeiro de suas promessas.

Entenda isso crente! Estamos no mundo para dar direção, norte, instrução, para encaminha-los a Cristo e fazer na terra como é nos céus! 
Como podemos fazer isso se nos misturamos com as coisas que alegram o coração e os desejos do mundo? Não me pergunte o que você pode e o que não pode fazer e ensinar aos seus filhos, apenas conheça a Jesus em profundidade, respeite a SUA presença e em seu coração você abrigará o entendimento correto, você saberá o que causa dor ao coração do nosso PAI, você se negará a permanecer trazendo para o seu coração e pra dentro de sua casa aquilo que afasta o nosso fascinante Jesus, aquilo que apaga o Espírito Santo, e te torna um crente da boca pra fora, mas no intimo você sabe e sente que nessa “mistura” você não carrega o poder que Jesus prometeu para “aqueles que o acompanham...” (Marcos 16:17).

Por favor, não machuque o doce espírito, não permita que a sua vida torne-se fria e sem gosto. Existe um poder gerado na busca pelo conhecimento de Cristo, faça algo, mova-se, pois a nuvem está andando! 


Pr. Saulo Moscoso (Min. Sobre Os Joelhos)

O SORRISO DOS TOLOS

Por: Pr. Saulo Moscoso

Em um mundo globalizado, veloz e de valores deturpados, espera-se de nós, sal e luz dessa terra, um posicionamento que tenha por base o paradigma de Deus, a lente de Deus, a maneira como Ele enxerga o que conhecemos e também o que desconhecemos.
Olhando para os ensinos bíblicos e analisando o desenvolvimento, o crescimento e o processo destrutivo de nações e povos históricos, podemos observar ao nosso redor características de um povo em desconstrução. Estudam, profissionalizam-se nas ciências humanas e exatas, mas nada sabem a respeito do criador de todas as coisas e sua linguagem, que por sinal, comunica em tempo integral o retorno do nosso amado Jesus.
Sim, temos até o direito de nos assustar com a realidade desses dias, mas nunca poderemos nos desviar do fato de que ah tempos temos sido profeticamente alertados, não só acerca de um juízo eminente, mas também a respeito da mudança de nossas ações construindo um futuro diferente.

Está escrito em Oséias 4:6:

“Eis que o meu povo está sendo arruinado porque lhe falta conhecimento da Palavra. Porquanto fostes negligentes no ensino, Eu também vos rejeitarei, a fim de que não mais sejais sacerdotes diante de mim; visto que vos esquecestes da Torá, Lei, do teu Elohim, Deus, eis que Eu também ignorarei vossos filhos”

É um alerta tácito, completo, direto no alvo. Não vemos uma sentença dirigida a eruditos ou profissionais do pensamento, mas a todos, é fácil perceber o alerta e a conclusão vinda da parte de Deus há tanto tempo.
Hoje é motivo de chacota no meio secular (e infelizmente na boca de muitos que estão na igreja, mas não são igreja) o termo SACERDÓCIO. A ignorância por vezes faz sorrir, isso é o que define os tolos, estão sorrindo enquanto estão sendo destruídos a longo prazo.
O Texto, ou a sentença em questão está dizendo nitidamente o resultado de levar uma vida desassociada do investimento de energia e tempo, para aprender sobre o coração de Deus. Ele não deseja que tenhamos apenas o conhecimento de uma boa leitura da bíblia, mas espera de nós uma vida de conhecimento e autoridade.
O que coloca a nossa família na rota da sabedoria, do crescimento e da saúde em todos os níveis, não é apenas um dia ter sido CONVENCIDO de que Deus é bom, pois ser convencido do que é “melhor pra você” não lhe garante um lugar no céu, se suas atitudes não FALAM isso.
No convencimento não há continuidade, mas quando você voluntariamente se CONVERTE mediante o arrependimento, certamente prosseguirá mudando, crescendo, aprendendo, sendo aperfeiçoado. O Evangelho trilha na rota da continuidade, é um lugar onde permanecemos porque estamos firmados em um Deus que conhecemos dia após dia, hora após hora. Não podemos contar com alguém que não conhecemos, de igual modo não conseguiremos servir e nos submeter a alguém com quem não temos relação de confiança.

“Conheçamos e prossigamos firmemente adorando e conhecendo Yahweh, o SENHOR. Tão certo como nasce o sol, sua vinda ocorrerá sobre todos nós como as boas chuvas que vivificam a terra nos tempos apropriados!” Oséias 6:3

A grande alegria da vida cristã está no fato de estabelecer uma caminhada reveladora e empolgante no conhecimento de Cristo Jesus que por sua vez, jamais cessará de nos surpreender em amor e graça. Nascemos para amar a Deus e ter marcas profundas em nosso interior realizadas pelo amor extravagante e ilimitado que Ele derrama sobre cada um de nós. A bíblia não lhe da autoridade, lhe dá conhecimento. Mas quando você faz desse conhecimento o lastro para suas ações tendo por base o seu conteúdo, então você recebe autoridade para operar mediante o poder de Deus. O Espírito Santo derrama poder onde há autoridade.
Por fim devemos gravar em nossos corações o que lemos em Oséias 4:6; quando não oferecemos tempo a Deus, não demonstramos interesse em conhecê-lo ou o utilizamos como um “acessório que embeleza a nossa vida” Ele se sente REJEITADO, então Ele, o sumo sacerdote, opera seu juízo sobre nós (Os que deveriam viver como sacerdotes, povo exclusivo do Senhor),os sacerdotes, e isso quer dizer que Ele retira a benção de sobre os nossos filhos. Entende a gravidade disso?
Observe que a geração de hoje tem dificuldade em manter-se no sensível estágio do quebrantamento, no secreto, no lugar de oração. Todos tem pressa, estão sempre correndo para se superar nesse mundo e, portanto suas expectativas e sonhos estão voltados somente para o que esse mundo pode oferecer. Porque isso?
Por falta de conhecimento e conhecimento da palavra.

Mas existe um povo guerreiro, bíblico, iluminado pela luz de um relacionamento crescente com o Senhor da palavra. Gente que tem estado no lugar de oração, que tem ensinado as disciplinas espirituais, as sentenças bíblicas, gente que honra a Deus acima de tudo, gente apaixonada, gente que não ora porque está com problemas, mas que se mantem no sensível estágio do quebrantamento, mergulhados em Cristo independendo da situação.
Esses perseguidos, humilhados, descredibilizados pelos que vivem com base na lógica e nos “resultados” que merecem os aplausos desse mundo, estão se erguendo, estão estabelecendo os “caminhos antigos”, eles estão indo pra as praças, pregando arrependimento, paixão por Jesus e vida consagrada. Depois de orar, chorar, pregar e cantar por mais de 10 anos para viver esse momento, me alegro e da torre de vigia, do lugar de adoração e oração, eu te vejo Senhor. Vivo com base na decisão do que quero deixar pra minhas próximas gerações, o que quero ver nos meus filhos.

O que é mais importante e urgente pra você hoje?

Sua resposta dirá a você mesmo o que você está formando ou formará em seus filhos, eles aprenderão com você o que é mais urgente e de grande valor NESSA VIDA! Faça bem as suas escolhas, pois as suas próximas gerações dependem disso.

Deus te abençoe!


(Min. Sobre os Joelhos)

Você tem tempo pra Deus?

Abraçou a causa do Reino? Trabalhe, vigie, ore, apoie, pregue a palavra, ganhe vidas e seja um semeador de paz.

.

Em 2 Tessalonicenses 3:11-13 está escrito um alerta interessante:

.

"Alguns estão ociosos, não trabalham, mas se intrometem na vida alheia.".

.

Opinião todo mundo tem, mas hoje o que precisamos como igreja é de pessoas que sejam promotores de soluções, gente positiva, cheia de fé, capaz de exortar mas chegar junto com as soluções. Quem trabalha pelo Reino não tem tempo pra "conclusões derrotistas a respeito dos outros" e na dinâmica do Reino é um "recebedor" de ferramentas que facilitam a vida do próximo. Você pode trabalhar muito secularmente, mas em relação ao Reino, simplesmente "não ter tempo", está na hora de dar créditos ao que realmente é importante. Não se permita estar ocioso quanto ao Reino pois você é útil, você é solução para essa geração, você é precioso a partir do momento que olhar pros irmãos de caminhada e resolver facilitar a vida desses. Você é útil, você é uma benção!.

.

Não há nada que mereça mais a sua atenção do que o Reino de Deus. 


Pr. Saulo Moscoso


#sobreosjoelhos #culturasobreosjoelhos 



UMA VOZ PROFÉTICA

Temos um inimigo em comum, esse opositor vem agindo ao longo dos tempos com investimentos a longo prazo, e muitos efeitos ou mesmo baixas que estamos sofrendo hoje, não é fruto de algo impensado e "apressado", é pensado, trabalhado, maquinado há tempos e isso tem lhe garantido avanços... Como igreja não podemos ser apressados, descuidados, tentando lidar no "grito" com algo que parece simples de ser confrontado, apesar de suas raízes já aprofundadas. 


🗣Precisamos honrar e seguir "a voz profética" que o Senhor levanta sobre nós. Precisamos agir com base no Espírito e não no que se pode ver "facilmente", pois o que se vê é transitório mas o que não se vê é eterno. Precisamos dos profetas, mesmo que nos incomodem tanto por ter uma vida com um ritmo e uma escala de valores tão difíceis de serem compreendidas sem adotar um referencial estritamente espiritual. 
Profetas não seguem os "caminhos" mais fáceis e compreensíveis ao homem, e nisso está o seu maior valor.

👉 Profetas não estão conformados ao mundo, mas buscam gerar transformação pelo espírito que traz luz, ainda que isso historicamente venha lhes custando tudo. 

Pense, medite, dobre os joelhos, ponha o paradigma da fé, vá ao lugar secreto e fique mais um pouco, até que os seus olhos "se fechem para que você possa ver" a verdade para esse tempo, até que Cristo seja formado em seu íntimo. Acredite, os profetas são preciosos, mas você precisa ver por si mesmo. 

Pr. Saulo Moscoso 🛐

Atônito e Maravilhado


"Ao invés de cumprir seu dever quanto ás minhas coisas sagradas, vocês encarregaram outros do meu santuário" Ezequiel 44:8 

Não espero que alguém faça aquilo que o Senhor confiou a mim. Eu não quero mais falar a respeito do meu Deus como se Ele não estivesse aqui. Seja escrevendo, orando, cantando, pregando ou simplesmente contemplando Sua vida em tudo... Não posso mais agir como se Ele não estivesse aqui comigo, não posso mais agir como se estivesse enviando um recado através de alguém que o conhece. Sua beleza me fascina e Seu amor refletido em mim revela uma busca urgente por Sua vida vivendo bem aqui;  então esse fogo que me queima por inteiro revela-me inflamável e quando estou falando, cantando ou emitindo gemidos na intercessão, acredito que o Senhor se move no som da minha voz e isso é poderoso e empolgante. 
Preciso que nada mais me distraia pois não existe algo tão doce quanto o desvanecer em Sua presença e de igual modo nada é mais amargo do que as "flechas de gelo" lançadas por lábios que  como Marta questionam a devoção e a atenção de Maria ao que realmente importa.  Estou decidido a levantar o fogo da intercessão e da adoração reunidas na capacidade de contemplar Sua glória e Seu amor. Eu não apenas ouço, mas sinto o som contagiante do céu bem aqui e quer saber? 

Essa música nunca parou de tocar pelo séculos dos séculos! Estamos cercados por essa canção o tempo todo! Nascemos para o louvor de Sua glória! Aleluia! Essa sentença está carregada de vida, de fogo, de cura e virtude. 
Não vamos transferir responsabilidades, não vamos esperar que façam, não vamos estabelecer culpados, não vamos ser juízes... Vamos queimar, vamos trabalhar por Ele e exalta-lo com tudo! Ele é maravilhoso. 

Em meu coração esse entendimento é como um incenso queimando noite e dia. Não desistirei de perseguir a presença mais do que a qualquer outra coisa... Não quero mais uma bíblia na mão... Eu a quero dentro do meu coração! Vou persistir e gastar toda a minha vida nisso! Eu o amo mais que a mim mesmo e chegará o dia em que conseguirei viver somente nEle e nada mais. Se eu não soubesse o valor que Ele tem poderia até "negociar" a Sua presença, ou entregar uma bela justificativa respeitadíssima nesse mundo, daquelas que a maioria usa pra justificar sua impaciência a respeito de investir tempo contemplando Sua beleza... não posso fazê-lo pois Ele é por demais valioso e nada consegue ser mais atraente e divinamente recompensador do que Sua presença. Minha juventude tem sido entregue e aguardo com grande expectativa pra que venha o próximo ciclo de minha vida pra que de igual modo seja entregue também. Deus os abençoe e os encha com o mesmo fogo que queima os anjos e o coração de todos q residem o céu!(Hb 1:9)

"Quando estou falando, cantando ou emitindo gemidos na intercessão, acredito que o Senhor se move no som da minha voz e isso é poderoso e empolgante." 

Deus os abençoe e mantenha #Sobre_Osjoelhos 

Pr. Saulo Moscoso (prsaulo@me.com)


Um Anseio Ardente


Em Mateus 11:12 está escrito que Desde os tempos de João Batista os céus são tomados a força (atitude, esforço, foco, batalha), e a promessa diz que aqueles que permanecerem buscando sem desistir, inevitavelmente irão tomar posse dele.

No reino de Deus Ele é o mais importante, o mais urgente, o mais atrente, o centro. E toda a nossa guerra resume-se a isso, pois o reino de Deus poe fim a religião e revela o padrão do céu... Uma cultura desafiadora onde o homem sai do centro e a contemplação a Deus em todos os aspectos passa a ser o nosso objetivo maior e nossa prática diária.

No Reino de Deus não há moletas espirituais, não transferimos responsabilidades... É nesse lugar que somos maturados e aprendemos a amar a Deus sobre todas as coisas.

É uma pena que ainda hoje muitos submetem a igreja a achismos e gosto particular, achatando e deformando apaixonados, transformando-os em membros. Nossa função é permanecer na oração e adoracao continua, hora após hora gerando o fogo que purifica e revela a cura que forma não mais membros, mas discípulos de Cristo. 

Seguimos com Harpa e Taça gerando a exaltação que atrai a atenção pra Cristo enquanto ficamos atônitos e maravilhados, fascinados pelo amor do nosso bom Deus. Isso nos anima a prosseguir e a propagar uma cultura que não é comum nem confortável mas que redundantemente faz subir ao céu um cheiro que Ele conhece. 

Então meus queridos há anseio em seus corações? 

Há fome?

Há desejo de permanecer em Sua presença até que todas as outras vozes se calem? 

Há um desejo incontido em você de receber um cântico novo? (Sl 149)

Se sua resposta for sim! 
Então seus ouvidos estão sensíveis ao chamado apaixonado do doce Espírito. Ele nos está convocando a dobrar os joelhos e nos entregar de forma inflamável para que do céu venha o fogo e nos consuma até que não reste mais nada a ser visto em nós senão o reflexo do nosso Deus.
Se assim como eu você está desesperado por uma real vida com Deus... Procure, se esforce, lute, chore, corra com todas as suas forças e fé até encontrar a "Posição" onde o reflexo do céu seja a luz no seus olhos e a paz em seu coração. 

"De pé não vejo nada, sobre os joelhos vejo Deus levantando profetas em outras nações falando a respeito do grande mover de oração e adoração combinadas que esta sobre o Brasil, devolvendo à igreja sua identidade enquanto poe fim aos efeitos da religião."


Eu vejo luz em tudo e #Sobre_Osjoelhos minha esperança é renovada. Ainda que muitos tentem não se pode apagar o fogo em nós quando o combustível vem do céu.

Deus te abençoe! Avance! #Sobre_Osjoelhos

Siga-nos no Face: www.facebook.com/sobreosjoelhos 

Inscreva-se em nosso Canal: www.youtube.com/user/prsaulomoscoso


Pr. Saulo Moscoso (Ministério Sobre_Osjoelhos)

DESERTO – O Lugar do Encontro


Quando se fala em deserto, sobretudo no contexto cristão, ficamos assustados, entristecidos, desafiados e até com um sentimento de injustiça.

Parece ser inevitável que em algum ponto de nossa caminhada cristã tenhamos que lidar com essa situação. E até mesmo o mais otimista de nos não desejaria voluntariamente passar pelo “deserto”, pois todos nós conhecemos alguém que passou ou passa por essa situação e geralmente o relatório não é dos melhores.

Quando se fala em deserto logo somos remetidos a um sentimento de que perdemos o  controle da situação, parece que tudo está dando errado e que estamos a passos largos indo ladeira a baixo. Ficamos envergonhados, humilhados e a maioria de nos pensa que é o fim, pois no deserto nada funciona da forma convencional, as sensações são intensas e a verdade é que poucas coisas são explicáveis nessa situação.

Na palavra de Deus encontramos alimento e esperança e aquele que tem sua vida orientada pela verdade passa pelo Deserto com grande alegria. Essa é a alegria reservada aos que estão amplamente supridos pela palavra e pelo Espirito de Deus.
 

Disse o Senhor a Moisés:
"Diga aos israelitas que me tragam uma oferta. Receba-a de todo aquele cujo coração o compelir a dar. Estas são as ofertas que deverá receber deles: ouro, prata e bronze,
fios de tecido azul, roxo e vermelho, linho fino, pêlos de cabra, peles de carneiro tingidas de vermelho, couro, madeira de acácia, azeite para iluminação; especiarias para o óleo da unção e para o incenso aromático; pedras de ônix e outras pedras preciosas para serem encravadas no colete sacerdotal e no peitoral. E farão um santuário para mim, e eu habitarei no meio deles.
Façam tudo como eu lhe mostrar, conforme o modelo do tabernáculo e de cada utensílio.”
Êxodo 25:1-9

 Nesse contexto o povo de Deus havia sido escravizado por cerca de 400 anos, mas o Senhor havia levantado a Moisés para libertá-los do Egito e assim os estava conduzindo pelo deserto pra fora da escravidão seguindo para a terra prometida.

Então Senhor deu ordem para que fosse construído um tabernáculo, o lugar onde Ele se revelaria a Seu povo, lugar onde se manifestaria com poder para trazer Seus desígnios e para ter comunhão com o Seu povo.

Muitos são os detalhes maravilhosos contidos nos textos que constroem o pano de fundo de nossa abordagem, mas nessa oportunidade desejo enfatizar o fato de que Deus não construiu um tabernáculo no Egito e de igual modo não o fez posteriormente na terra prometida... Ele tão somente criou o tabernáculo, a expressão máxima de Sua manifestação naquele tempo em meio ao DESERTO!

Foi no deserto que o nosso bom Deus marcou um encontro com o Seu povo para levá-los ao arrependimento, purificá-los e ter comunhão com eles. Repito, Ele não fez isso no Egito e nem mesmo na terra prometida, pois o desejo de Deus é fazer do deserto um lugar de passagem, um lugar de encontro, um lugar de transformação. É o desejo de Deus nos encontrar e transformar as nossas vidas através de nosso arrependimento e atitude de temor a Ele. Quero chamar a sua atenção também para o fato descrito no texto em questão. Em Exodo 25: 1-9 podemos perceber que Deus veio como resposta ao pedido do povo para ser liberto da escravidão e Ele planejou esse encontro no deserto através do tabernáculo, mas Deus não age onde não há uma atitude sacrificial, onde não há disposição para entregar uma oferta pessoal, Deus não se manifesta. Deus iria construir sim o tabernáculo, mas o POVO foi quem ofertou todo o material para a sua confecção. Todos tiveram que se esforçar e trazer algo para contribuir. Esse é um sinal para nos hoje. O Deserto é o lugar onde entregamos nossas melhores ofertas, é no deserto que aprendemos a valorizar a Deus com tudo que temos e tudo que somos. É no deserto que somos desafiados a uma transformação real, a uma mudança completa nas atitudes, é onde aprendemos a valorizar a Deus, é onde somos capacitados para receber poder do alto e fazer desse poder a nossa única fonte de força e sabedoria.

Entenda que é no deserto que recebemos uma identidade para tomar posse da terra prometida. Assim a visão muda, o que outrora era um lugar de vergonha e humilhação passa a ser o lugar separado por Deus para nos resgatar, ensinar e transformar. O deserto é o lugar onde plantamos nossa semente de fé e obediência e em Sua presença somos preparados para viver o melhor tempo de nossas vidas.  Não há vergonha ou humilhação no deserto quando enxergamos em Sua presença o valor único de ter o bem mais precioso do universo... a presença manifesta do nosso poderoso Deus.  

Ele é contigo, e sem duvidas é necessário que atravessemos o deserto, pois sem Ele não aprendemos a entregar o nosso tudo, sem o deserto jamais conseguimos admitir que Deus não é tudo que precisamos... ELE é a única coisa que temos!

Deus te abençoe e fortaleça!
 
Pr. Saulo Moscoso (Min. Sobre_Osjoelhos)

 

 

Leia também...

Um Anseio Ardente

Em Mateus 11:12 está escrito que Desde os tempos de João Batista os céus são tomados a força (atitude, esforço, foco, batalha), e a pro...

Em Destasque